sábado, 7 de junho de 2008

Como fazer um discurso



- OUTORGA DE GRAU
A Colação de Grau é uma das mais importantes e tradicionais cerimônias acadêmicas. É ato oficial realizado, via de regra, em sessão solene e pública de outorga de grau aos alunos que concluíram o curso superior de graduação em Bacharelado ou Licenciatura.
Por tratar-se de ato oficial do Instituto de Física e por exigir protocolo especial, a cerimônia de Colação de Grau deve ser orientada pela Assistência Acadêmica.

- DOS REQUISITOS
Faz jus ao recebimento de grau acadêmico e ao correspondente Diploma o aluno regular que concluir todos os créditos do seu curso de graduação, estando academicamente apto, segundo registros da Seção de Alunos.
A Colação de Grau dar-se-á, necessariamente, mediante solicitação formal do aluno concluinte. O pedido da colação de grau deverá ser protocolado pelo interessado, na Seção de Alunos, no mínimo três meses antes da conclusão do curso, na época prevista em Calendário Acadêmico.
Não haverá dispensa de colação de grau, uma vez que a realização desta é condição imprescindível para a emissão do correspondente Diploma.

TIPOS DE OUTORGA DE GRAU
Solene: é realizada com a presença de um paraninfo, homenageados e orador, em local escolhido pelos formandos e em data e horário a serem definidos pelo Diretor.
Não-Solene: é realizada na Diretoria do IFUSP ou em local previamente designado, em dias úteis, aos formandos que não puderem comparecer, por motivo imperioso, à formatura solene. Não são indicados paraninfos, homenageados e oradores.

- PROTOCOLOS PARA A COLAÇÃO DE GRAU SOLENE
- Paraninfo: é o padrinho da turma e quem, formalmente, recomendará o bom desempenho dos formandos perante a sociedade, nas funções que porventura vierem a exercer. O paraninfo é a pessoa que conduz os formandos na entrada do salão, e entrega os certificados aos seus afilhados. Este também deverá proferir mensagem formal na solenidade de Colação de Grau, em um tempo sugerido de dez minutos.
- Patrono: é um professor que se destaca do corpo científico da área, de reconhecida competência e padrão de referência na área específica de conhecimento. O patrono significa o cargo máximo na hierarquia das homenagens; porém, a figura do mesmo não é obrigatória. O patrono deverá discursar na cerimônia de colação de grau, em um tempo sugerido de dez minutos.
- Professor e Funcionário Homenageados (opcional): os homenageados são pessoas que no cotidiano das relações acadêmicas e administrativas, tiveram mais proximidade e afinidade com a turma de formandos, e por isso mereceram o reconhecimento e gratidão da mesma. Cada turma poderá homenagear um professor e um funcionário. Estes não realizam discurso durante a cerimônia de colação de grau, porém poderá ser feito um brevíssimo agradecimento.
- Orador da Turma: os formandos escolherão, dentre eles, o seu orador. A responsabilidade do orador é elaborar um discurso à altura da importância da solenidade. Recomenda-se que o orador apresente antecipadamente o discurso à turma para aprovação, uma vez que estará falando em nome de todos. O discurso poderá ser proferido em um tempo sugerido de dez minutos.
- Juramentista: os formandos escolherão, dentre eles, um aluno que pronunciará o juramento durante a solenidade de Colação de Grau.
Quem faz uso da palavra? Algumas personalidades têm voz obrigatória; o presidente da mesa (Diretor), o paraninfo, o orador da turma, o juramentista, o orador da homenagem aos pais e outras personalidades enumeradas pelo protocolo, farão uso da palavra durante a cerimônia de colação de grau.

- DISCURSOS
A estrutura de saudação ou discurso deve incluir a invocação a quem se saúda, dando-lhe o nome, os títulos, cargos ou função bem como elogios. Alguns cuidados devem-se ter ao proferir um discurso, como: pronunciar bem as palavras e construir bem as frases, pronunciar corretamente as palavras, não suprimindo o final delas, não baixar a voz no final das frases. O bom discurso deve ser curto, sucinto, sereno e objetivo. Sua duração deve orientar-se pela expectativa que se cria. Um discurso de formatura de um paraninfo ou orador pode durar até cerca de dez minutos, tempo suficiente para que o orador esgote os assuntos. Os oradores devem ter em mente que a formatura é um ato solene, caracterizado pelo final de uma longa caminhada. Em formaturas que agregam vários cursos, é recomendável que, no máximo, três paraninfos e três oradores se pronunciem.
- CONVITE
A mensagem que consta no convite deve transmitir o que é o evento. No envio do convite, o receptor dever ser atingido pela emoção, que o fará mudar de comportamento. O convite deve trazer todos os elementos informativos que o receptor espera, para participar de tal cerimônia, como: data, horário, local (cidade/estado), endereço, quem convida, confirmação de presença, traje e a nominata das Autoridades Acadêmicas, responsáveis pela graduação.
- Texto do Convite:
- Nome completo da Universidade, do Instituto de Física e seu símbolo (Logomarca);
- Convite formal, mencionando dia, local e hora das solenidades;
- Nome dos homenageados, Patrono, Paraninfo e Orador (a função ou o cargo do Patrono e Paraninfo é quem define a ordem).
- Homenagens de Honra (deverão ser, obrigatoriamente mencionados os nomes e cargos dos escolhidos);
- Relação, em ordem alfabética, contendo o nome, por extenso, de todos os professores homenageados;
- Juramento oficial para Colação de Grau
- Relação dos formandos, por extenso, em ordem alfabética;
- Será feito um destaque ao nome do Orador e ao aluno que conduzirá o Termo de Juramento;
- Poderão ser incluídos agradecimentos especiais e fotos da Turma;
- Traje e confirmação de presença.